Mais de 50% das perguntas que são feitas para especialistas em enxertos de cabelo ou fóruns especializados são: com que idade um transplante de cabelo pode ser feito? E a resposta é que não há limites.

Se a pessoa começa a sofrer de alopécia muito jovem (entre 18 e 25 anos), nessa idade já pode optar por um transplante capilar. O procedimento dependerá do estado de saúde da pessoa e da área que será usada para doar o cabelo.

Esta área dependerá de dois fatores: Densidade e qualidade.

Se a densidade da área que servirá como doador for boa, o paciente pode optar pelo transplante. Ex: A qualidade do cabelo.

Também deve-se ter em mente que a evolução das técnicas para a realização do enxerto capilar, como a atualização das ferramentas, permite uma gama ainda maior de gerenciamento ao realizar o procedimento. Ou seja, não importa quão jovem ou adulta a pessoa seja, existe uma técnica para todos.

Vários anos atrás, especialistas indicaram que um alto grau de alopecia era necessário para realizar o procedimento. Hoje, a pessoa pode até ter uma mistura de cabelo enxertado e natural da área tratada.

A faixa recomendada pelos especialistas varia de 18 anos a 80 anos.

A maioria dos cirurgiões, entretanto, intervém em homens com idade entre 30 e 40 anos, já que, nesse período, que pode ser diagnosticada como é ou será a alopecia.

As desvantagens de fazer isso em pacientes mais jovens, é a possibilidade de que a perda de cabelo siga seu curso, então você deve passar por uma nova intervenção no futuro.

Dependendo da ação hormonal no corpo do homem. Lembrando que isso não atua no cabelo enxertado, Nesse sentido, é melhor esperar até que a alopecia comece a cessar naturalmente.

 Os homens com menos de 30 anos não são bons candidatos para transplante, mas isso não significa que eles não possam ser aplicados.

Caso contrário, um paciente de 25 anos já apresenta alopecia avançada.

Recomendação aos jovens

Se você é jovem e sofre de alopecia avançada e está determinado a ter um enxerto de cabelo, recomendamos que você comece com algumas das técnicas mais populares no mercado, como FUE.

Essa técnica é possível em qualquer idade e tem uma abordagem mais conservadora. Recomenda-se também nesses pacientes que a queda de cabelo ainda não tenha se estabelecido.

Além da idade, existem outros fatores que influenciam o resultado final de um transplante capilar.

A densidade e a qualidade da área doadora são elementos importantes para saber se você é ou não um bom candidato para esse procedimento.

O especialista deve analisar a extensão da área doadora, bem como o número de cabelos por unidade folicular.

O sexo, a raça da pessoa, a textura, o tipo e a cor do cabelo, tudo isso influencia o momento de um transplante.

É por isso que uma das recomendações é visitar um especialista, e é ele quem diz se você é ou não candidato a um transplante de cabelo, não importa quantos anos você tenha.

O sucesso do tratamento é indispensável, tanto para a pessoa como para o cirurgião.

Puntuación
[Total: 0 Puntuación: 0]