Transplante Capilar em Manaus

O que é o transplante capilar em Manaus

Entre tantas cirurgias estéticas, o implante capilar em Manaus distingue-se como o procedimento destinado a tratar a queda de cabelo. Implica a extração de folículos capilares de uma área saudável, que continuará crescendo normalmente, para as áreas carentes que têm calvície ou falta de densidade. Os transplantes capilares são uma forma quase indolor e eficaz de tratar a calvície e, como é também um procedimento ambulatorial, não requer hospitalização e é fácil para o paciente voltar à sua vida diária.

O implante de cabelo é a cirurgia ideal para aquelas pessoas que sofrem de queda de cabelo ou que não têm a densidade de cabelo desejada, que geralmente ocorre na cabeça. Mas também pode ser necessária em muitas outras partes do corpo, podendo ser realizada na barba, cílios, sobrancelhas e corpo. Essa queda de cabelo pode ser causada por uma cicatriz feita anteriormente ou pela conhecida alopecia. A alopecia pode apresentar-se de diferentes formas, algumas das quais elegíveis para um transplante capilar. Entre estes tipos, temos os que dependem da causa, tais como:

  1. Alopecia androgenética: O principal tipo de alopecia que ataca sobretudo homens, costuma ser também quase a totalidade dos casos existentes em homens com menos de 21 anos de idade. Como já referimos, é causada pela herança genética de uma pessoa, partilhando assim esse mal com vários outros parentes do sexo masculino. Esta apresenta-se como uma diminuição geral da densidade do cabelo, portanto é percebida segundo o estado do cabelo da pessoa, quando este fica cada vez mais fino e liso. Embora não apareçam falhas de careca, existe uma forma em “M” ou “ferradura” que pode ser vista nas entradas do cabelo. Apesar de não seja tão comum, as mulheres também podem apresentar alopecia androgenética, mas no caso delas se verifica somente uma baixa densidade.
  2. Alopecia areata: comum em jovens por volta dos 20 anos de idade, é o tipo de alopecia em que o couro cabeludo fica inflamado e com falhas. É uma espécie de calvície normalmente gerada pelo stress e não é hereditária.

Além dos já citados, existem outros tipos de alopecia, tais como:

  1. Alopecia difusa: A principal característica da alopecia difusa ou eflúvio telógeno é o empobrecimento do cabelo e da sua saúde, portanto se pode notar que o mesmo já não possui tanta força e que está frágil e fino. Também não apresenta falhas no couro cabeludo, apenas atacando a densidade do mesmo e impedindo que o cabelo cresça de novo após ter caído. Não existe uma idade específica ou com mais probabilidades de sua aparição, sendo normalmente vista em pessoas que devem ser submetidas a tratamentos como a quimioterapia e pessoas cuja alimentação não inclui o consumo adequado de vitaminas e proteínas.
  2. Alopecia cicatricial: Este é um tipo de alopecia que pode ser dolorosa e mau aspecto, devido ao fato de o couro cabeludo ser completamente substituído por um tecido cicatricial. Isso torna impossível o crescimento de novos fios, através dos folículos capilares. A alopecia cicatricial distingue-se pela vermelhidão do couro cabeludo, escamação e inflamação intensa.
  3. Alopecia fibrosante: Se apresenta em mulheres durante a menopausa, é uma calvície que normalmente leva anos para se tornar perceptível, onde o cabelo começa a perder densidade, também devido aos hormônios masculinos presentes no organismo.
  4. Tricotilomania: Ao contrário dos tipos acima mencionados, a tricotilomania é um distúrbio nervoso em que a pessoa é a que causa as falhas de calvície. Uma vez que tal atitude de arrancar os fios de cabelo alivia o seu estresse.
  5. Alopecia por tração: A calvície também pode ser gerada pela aplicação de tensão no cabelo durante muito tempo, como se pode ver em penteados muito apertados que esticam o cabelo e não o deixam cair naturalmente.

Os tipos de alopecia também podem ser determinados a partir das áreas que afeta, como por exemplo, a alopecia totalis, que afeta apenas a cabeça e é geralmente a mais conhecida; a alopecia universalis, onde o cabelo se perde de forma igual em todo o corpo e não apenas numa parte específica; e a alopecia barbae que se apresenta como falhas ou falta de fios na barba.

No Brasil, metade dos homens com menos de 30 anos de idade têm alopecia, esse número aumenta para 8 em cada 10 homens em indivíduos com idade avançada, e geralmente atinge 40% das mulheres. As causas que podem resultar nos tipos de alopecia acima mencionados, além de problemas hormonais, são stress ou doenças. Também devido ao excesso de oleosidade nos folículos capilares, o que facilita a queda do cabelo; a má nutrição, uma vez que para o cabelo se manter saudável e forte é necessário que a pessoa consuma vitaminas e proteínas adequadamente, pois sem elas o cabelo fica quebradiço e fraco.

A alopecia pode também resultar do uso excessivo de bonés e outros acessórios, dos penteados já mencionados, pelo uso de tinturas e produtos cosméticos nocivos para o cabelo. Nos tratamentos estéticos podemos encontrar mais causas que comprometem a saúde do cabelo, como a administração de calor excessivo, com o uso de secadores, o que pode afetar a saúde dos fios a longo prazo.

Para prevenir ou tratar os efeitos da calvície provocada por alguma destas causas, a pessoa deve concentrar-se na ingestão dos alimentos corretos, proteínas e vitaminas suficientes, como a B3 e a B12; reduzir o estresse o máximo possível, procurando ajuda profissional ou realizando atividades ou técnicas calmantes; e manter os cuidados capilares adequados, utilizando apenas produtos benéficos para a saúde do cabelo.

No entanto, a alopecia nem sempre pode ser evitada ou completamente interrompida, especialmente se sua causa for por motivos fora do controle de uma pessoa, como genética, doenças ou tratamentos como a quimioterapia ou radioterapia. Assim que ela surge, existem opções como cremes ou loções que podem estimular o crescimento. No entanto se nada disso funcionar, a técnica mais eficaz para apresentar os resultados desejados é o implante capilar em Manaus.

Quais são as técnicas utilizadas num transplante capilar em Manaus

A cirurgia de implante capilar pode durar entre 6 a 10 horas, dependendo do grau de alopecia, bem como do tipo de operação a ser realizada, pelo que ela pode ser considerada como uma intervenção relativamente extensa. Para os tipos de alopecia aplicáveis a este tratamento, existem duas técnicas possíveis para o transplante capilar em Manaus:

  1. Técnica FUT: Esta é possivelmente a mais executada das duas, pois funciona para muitos dos casos de alopecia vistos, e o resultado é natural e satisfatório para a maioria deles. É chamada “técnica da tira” porque é extraída uma tira da zona doadora, tal tira contém folículos capilares saudáveis que estimularão o crescimento na área afetada. O primeiro passo é criar uma incisão na zona, retirar uma tira de 1 cm de largura e cerca de 20 cm de comprimento e, após isso, suturar a ferida. Outro benefício do implante de cabelo é que a cicatriz resultante é praticamente invisível.  Uma vez suturada a incisão, a tira é separada em unidades foliculares, ou seja, cada dois ou três cabelos, que são distribuídos em partes mais pequenas e inseridos nas partes calvas do couro cabeludo, de forma estratégica para que se adapta às necessidades do paciente em termos de direção e quantidade.
  2. Técnica FUE: Esta técnica utiliza micropunch para fazer incisões mais pequenas ao contrário da técnica anterior. A FUE é definida como Follicular Unit Extraction ou Extração de Unidade Folicular, uma vez que tais unidades são removidas individualmente desde o começo, em vez de serem separadas posteriormente. Primeiro é raspada a cabeça do paciente, algo que não é visto na técnica FUT, em seguida  feita uma série de incisões de cerca de 0,8 milímetros na zona calva, para a inserção dos fios.
  3. Técnica DHI: Finalmente, existe a técnica Direct Hair Implantation ou Implante Direto de Cabelo, onde os folículos também são extraídos um a um, desta vez através de uma ferramenta conhecida como Implanter, com a qual são feitas estas pequenas incisões. Esta técnica é considerada mais avançada porque tem mais controle sobre a direção, ângulo e profundidade dos enxertos, uma vez colocados na área receptora. Além disso, as unidades foliculares ficam menos tempo fora do couro cabeludo, o que ajuda o mesmo a responder melhor ao tratamento do que aqueles que passam mais tempo fora. Também não é necessário raspar a área antes de remover e implantar os fios.

Cada técnica tem os prós e contras, por isso o cirurgião apresentará ao paciente a melhor opção para que este possa obter o melhor resultado em função das suas necessidades específicas. Ao terminar a operação de implante capilar, serão colocadas bandagens na área operada e como se trata de um procedimento ambulatorial, o paciente poderá ir para casa no mesmo dia.

Quem pode fazer um transplante capilar em Manaus

Já estabelecido que a alopecia afeta uma grande parte da população, tanto homens como mulheres, devem ser estabelecidos certos requisitos a serem cumpridos pelos possíveis pacientes para que se encaixem no perfil adequado a um implante capilar em Manaus. Para isso, o paciente deve ter em conta os seguintes pontos:

  1. O possível paciente deve ter alopecia ou um nível de queda de cabelo que permita visualizar as áreas que precisem ser tratadas.
  2. Estas áreas a serem tratadas só poderão ser recuperadas exclusivamente por meio de um implante de cabelo ou se esta intervenção for opção mais adequada, uma vez descartadas todas as outras. Incluindo os tratamentos que atacam as causas da calvície, pois se a causa da calvície não for tratada, a queda de cabelo pode continuar mesmo após o transplante. Isto significa diminuir o stress, melhorar a alimentação, ou mesmo experimentar cremes ou loções.
  3. É uma vantagem se o paciente tiver uma idade adequada dentro da faixa ideal, que se situa entre os 25 e 45 anos de idade. Uma vez que as pessoas mais jovens podem não ter, ainda, uma calvície suficientemente definida ou pronunciada, de modo que o cabelo pode continuar caindo mesmo após o implante capilar. Já para as pessoas mais velhas, a operação pode não ser suficiente para recuperar completamente a densidade ou aparência que uma pessoa mais jovem poderia ter.
  4. A pessoa não pode sofrer de nenhuma patologia ou doença, como problemas cardíacos ou diabetes, já que isso pode colocar a pessoa em risco durante o procedimento. Como ter reações adversas a anestesia administrada ou sangramento com a técnica utilizada, mesmo o transplante capilar não produzindo feridas ou cicatrizes em grande escala. Isto também pode afetar na recuperação da cirurgia.

Por todas estas razões, o perfil ideal de uma pessoa adequada para um transplante de cabelo são homens com mais de 25 anos que têm um tipo de alopecia ou calvície cuja origem é hereditária ou que não possa ser tratada de outra forma. Além disso, precisam ter uma saúde ótima, sem problemas cardíacos e não serem fumantes. Desta forma, a pessoa será confirmada para se submeter ao transplante capilar e poder tornar-se um paciente apto ao início da fase pré-operatória.

Antes de um implante capilar em Manaus

Uma vez que o paciente já se encontre com o cirurgião para iniciar os preparativos para o transplante capilar, ele estará na fase pré-operatória da cirurgia. Uma fase importante para que o mesmo alcance a condição ideal para garantir uma operação bem sucedida, o que acontece em qualquer tipo de procedimento cirúrgico.

Este procedimento envolve não só o cirurgião, mas também os tricologistas (especialistas em couro cabeludo), dermatologistas para examinar a pele do paciente e anestesistas para administrar a anestesia local utilizada antes da incisão ou incisões. No caso de implante de cabelor, todo o período pré-operatório leva cerca de duas semanas, sendo o seguinte:

  1. Será realizada uma série de testes para verificar a saúde e o couro cabeludo do paciente. Entre estes podemos encontrar a tricoscopia, parte essencial para o diagnóstico da alopecia, que envolve a análise do cabelo sob um dispositivo que permita obter as informações necessárias sobre o estado do couro cabeludo. Para tal não é necessária qualquer preparação prévia, sendo feita “a seco”, apoiando o dispositivo diretamente no cabelo, ou utilizando um gel ou líquido especial para ajudar na análise. Outra forma de analisar o cabelo de um possível paciente é com um tricograma, onde será necessário colher uma amostra, ao contrário da tricoscopia, onde não é removido nenhum fio de cabelo. Esta amostra é colocada pelo especialista sob um microscópio, que analisa sua forma e integridade. Por vezes é apenas necessário cortar o cabelo, enquanto em outros casos a raiz também deve ser observada, para isso os fios devem ser cuidadosamente removidos. Além destes, o cirurgião pode também solicitar uma análise do sangue para verificar os níveis de glicose, sódio, potássio, fazer testes de hepatite e SIDA e da hemorragia que pode ocorrer durante a cirurgia. Também o histórico médico do paciente será analisado, já que os seus antecedentes familiares são importantes nesse caso.
  2. O paciente deve deixar de tomar medicamentos de algum tratamento que estiver fazendo, principalmente o Minoxidil, e também outros como: anticoagulantes, anti-inflamatórios ou suplementos vitamínicos. Porque todos eles podem afetar a circulação sanguínea, diluí-la ou impedir a passagem dos nutrientes para o couro cabeludo, podendo causar uma hemorragia excessiva durante a operação. Do mesmo modo, terá de deixar de consumir bebidas alcoólicas ou de fumar com pelo menos um dia de antecedência à operação. Recomenda-se também que não corte o cabelo de forma alguma antes da operação.
  3. No dia da operação, as últimas etapas do pré-operatório envolvem o uso de sangue extraído do paciente, passado por um processo de centrifugação para separar o plasma rico em plaquetas e injetá-lo no couro cabeludo, o que permitirá que o novo cabelo se adapte adequadamente à sua posição. Em seguida, o cirurgião marcará a forma desejada do cabelo em referência às entradas, selecionando tanto a área doadora como a área receptora. Por último, a anestesia será aplicada na zona a ser tratada, sendo do tipo local, o que permite que o paciente permaneça acordado durante o procedimento. Raramente é utilizada uma anestesia geral, sendo indicada apenas nos casos em que o paciente está nervoso, podendo assim comprometer o tratamento.

Depois de um transplante capilar em Manaus

Uma vez terminado o implante capilar, a área será enfaixada e o paciente terá geralmente alta no mesmo dia, iniciando o período pós-operatório, onde a evolução do implante de cabelo em Manaus deve ser observada de forma satisfatória. No segundo dia o paciente deve voltar ao consultório para o primeiro check-up, onde irá retirar as ataduras e os cabelos serão lavados de modo a estimular os folículos capilares, a que estes se adaptem à nova posição em que estão.

O paciente não poderá fazer exercícios como cardio ou treino muscular, não devendo tomar anticoagulante, aspirina ou qualquer tipo de bebida alcoólica. Recomenda-se que mantenha a cabeça elevada e que não toque na área operada. Antes de chegar às duas semanas é importante que não tenha contato com o sol, e antes do primeiro mês não é permitido cortar o cabelo.

Quando se vê os resultados de um implante capilar em Manaus

Os resultados não serão imediatos, pois é preciso esperar que os cabelos continuem o seu ciclo de repouso e crescimento, e esta evolução é relativamente lenta. Como já foi referido, é preciso esperar alguns meses para que o cabelo comece a crescer gradualmente. Mesmo quando já está nesta fase, o novo cabelo pode ser menos visível e mais fino que o cabelo de outras áreas, como a área doadora.

À medida que o tempo passar, ele se tornará mais grosso e adoptará um aspecto natural como o restante dos cabelos da pessoa. Para conseguir uma aparência com a qual o cliente se sinta satisfeito, deve-se esperar entre 11 meses e um ano, no qual se pode ver o resultado final do implante capilar em Manaus.

Riscos de um transplante capilar em Manaus

As cirurgias estéticas costumam apresentar uma série de riscos que o paciente deve estar ciente ao decidir submeter-se a uma delas. Felizmente para quem sofre de alopecia, o implante de cabelo em Manaus é uma operação relativamente segura, com a menor incidência de complicações durante ou após a operação.

No entanto, nunca é demais mencionar as complicações que podem surgir, como a cicatriz que normalmente é invisível no couro cabeludo, mas pode ficar inflamada e muito perceptível na cabeça, no caso de muitos pacientes que fumam. As infecções também são possíveis de ocorrer em cirurgias que envolvem incisões, por isso o paciente deve manter uma boa higiene pessoal para que a área não seja susceptível a esta condição.

Outro par de complicações de maior problema são a perda de sensibilidade na área doadora, uma vez que podem colocar em risco os nervos da área, mas esta normalmente se recupera, sendo preocupante somente se, após algumas semanas, ainda não apresentar sensibilidade. Os edemas faciais são inflamações que podem aparecer no rosto devido aos fluidos adicionados ao organismo durante a operação para substituir o sangue perdido, como o soro fisiológico. Estes podem permanecer por alguns dias.

Em geral, os riscos de um transplante capilar em Manaus não devem constituir um impedimento para o paciente e são temporários ou fáceis de tratar uma vez que apareçam.

Pontos importantes de um implante capilar em Manaus

  1. As pessoas que irão usufruir dos melhores resultados são as que possuem cabelos espessos, escuros e encaracolados. O contrário ocorre com as que têm cabelos claros e finos, uma vez que normalmente a densidade do cabelo já não é abundante ou tão notada.
  2. Para poder participar num transplante capilar e para que esta seja a única cirurgia necessária, o ciclo de queda de cabelo do paciente já deve ter sido concluído, para que este não continue a cair após a operação. Por este motivo, muitos jovens devem atingir uma certa idade ou nível de calvície antes de poderem fazer um implante de cabelo.
  3. O paciente deve abster-se de sexo durante algumas semanas após a conclusão da operação.
  4. Como referido, é importante notar que as pessoas cuja alopecia está ligada ao stress ou a outros problemas desta natureza devem eliminar as causas que geram calvície antes de considerar um transplante capilar em Manaus. Porque a alopecia não poderá ser resolvida apenas por esta cirurgia se estas causas persistirem após a mesma.

A intenção, a longo prazo, do implante capilar em Manaus é eliminar completamente as falhas no couro cabeludo ou a falta de densidade produzida pela alopecia nas pessoas, melhorando assim a sua aparência e aumentando a sua autoestima.

Puntuación
[Total: 0 Puntuación: 0]