Transplante de cabelo ganhou grande popularidade no México, a tal ponto que é cada vez mais comum obter clínicas especializadas em vários estados do país.

Não necessitando de internação, o enxerto de cabelo pode ser tratado em uma clínica especializada, com sala de cirurgia adaptada e com o  pessoal altamente qualificado.

Na Cidade do México, você pode encontrar grandes clínicas, que oferecem as técnicas mais avançadas nos mercados a preços bastante competitivos.

A primeira coisa que você deve ter em mente ao fazer um transplante capilar para curar a alopecia é escolher o centro clínico mais adequado para você.

Se você é mexicano ou reside no país asteca, deve localizar um que seja relativamente próximo de sua residência, pois ao sair da intervenção você deve manter um mínimo de descanso de 24 horas.

Se você é estrangeiro, localize um centro perto de um hotel. Tendo em conta a popularidade que este tratamento ganhou, existem clínicas que oferecem um pacote de viagem com tudo incluído, basta pesquisar um pouco on-line.

Outro aspecto a considerar é o tipo de técnicas que as clínicas usam no México.

Atualmente existem técnicas como FUE, FUSS e DHI

Com o FUE, os especialistas irão remover o enxerto com uma ferramenta especial e depois serão transplantados na área a ser tratada.

Essa técnica é a mais popular no México por sua rápida recuperação.

Com o FUSS, obtém-se uma tira de couro cabeludo com vários folículos capilares, os quais serão então colocados na área receptora.

Com o DHI, considerado o mais inovador, é utilizada uma ferramenta conhecida como Implanter Choi, que permite que o enxerto seja removido e implantado quase que simultaneamente.

Essa técnica é a mais recente em transplante capilar e a mais recomendada para mulheres, já que não é necessário fazer a barba para retirar os folículos pilosos, mas, para isso, o paciente deve passar por uma série de exames capilares.

No México, muitas clínicas não oferecem a técnica do DHI, portanto, se você encontrar uma, deve ser encorajado a testá-la, pois o processo pós-operatório é menos tardio do que o da FUE.

Para executar essas técnicas, o profissional deve estar familiarizado e especializado nessas áreas, além de ter um diploma oficial e ser um membro do México.

Graças à popularidade do transplante de cabelo no país, mais e mais especialistas realizam este tratamento. Até o seu trabalho pode ser mostrado no momento de comparecer a uma clínica.

A maioria das clínicas que atualmente trabalham no México são reconhecidas, este é um ponto a favor.

Os centros têm tecnologia de ponta que permite que o transplante de cabelo seja um processo rápido, seguro e não invasivo.

Seus profissionais também estão mais preparados na área, devido ao constante treinamento que recebem, estão sempre sendo atualizados.

Preço

Ponto importante para tentar quando optar por um transplante de cabelo.

A maioria das clínicas lida com os mesmos preços para o procedimento, embora alguns vendam um pacote inteiro, como se fosse um período de férias.

Se você decidir optar por alguns desses pacotes, a clínica assegura a coleta no aeroporto, transfere para o hotel, transfere para a clínica, consulta, preparação, transplante e depois volta para o hotel.

Além disso, a alta demanda por esse tratamento faz com que encontre os suplementos necessários para realizar a cirurgia de forma rápida e segura.

É por isso que o preço na maioria das clínicas é aceitável, quando comparado a outros países europeus, onde o transplante de cabelo pode custar quase 10 mil euros.

Na Cidade do México, o custo pode ser bem menor, em torno de US $ 5.000.

Além disso, o preço pode ser maior ou menor, dependendo do grau de alopecia e da técnica escolhida para o transplante. Em geral, o FUSS é menos caro que o FUE, sendo o DHI o mais caro.

Puntuación
[Total: 0 Puntuación: 0]